14.10.13

porque escrever também é um acto de coragem?

Raramente escrevo na internet. Seja no blogue, seja no facebook ou noutros blogues. Limito-me normalmente a fazer uma breve apresentação dos trabalhos / ilustrações que publico e guardo as minhas opiniões sobre qualquer assunto para a minha intimidade. Não me considero boa escritora nem dona de opiniões definitivas. Se eventualmente deixo um comentário é porque penso ser  pertinente fazê-lo o que não significa que o seja realmente (como este).
Em tempos onde o narcisismo e as verdades absolutas ocupam  demasiado espaço prefiro tentar fugir ao contágio e ser mais cautelosa com as coisas que escrevo.
No entanto, e a verdade é que para questionar tudo isto, penso que a escrita também é um acto de valentia. Escrever é tomar uma posição, e isso é um acto de coragem. Embora haja uma recorrente procura na internet da extensão da sala de estar,café de bairro ou qualquer outro lugar de conversas informais e intimas não deixa de haver uma exposição e portanto a tomada de um risco.
Ao escrever, seja o que for, está em jogo a honestidade ou a falta dela que também é necessária para aceitar as consequências deste acto.
Hoje a aula do curso que estou a fazer sobre o livro infantil é sobre escrita. Calculo que falaremos de técnicas de escrita e outras mais valias, mas penso que não poderá deixar de ser abordada a questão: porquê escrever? estou curiosa.







Sem comentários: